Comporte-se corretamente em um salão de beleza

É essencial se especializar para realizar bem os seus processos, mas não basta apenas ser um profissional dedicado, é preciso parecer profissional e se mostrar dedicado.
Segundo alguns especialistas em análise comportamental, a postura de um indivíduo tem reflexo direto na forma como as pessoas reagem a ele. E não dá pra discordar disso.
O profissionalismo é muito importante e, claro, deve ser o fator principal a ser reconhecido em um gestor de sucesso.
Mas se comportar como um profissional, não quer dizer adquirir uma postura grave. Mas sim, saber dosar exatamente o comportamento ético com o simpático, e se mostrar uma pessoa responsável, capaz de garantir a qualidade do próprio trabalho.
O gestor profissional e sério:

  • Evita os próprios atrasos e respeita os prazos.
  • Evita comentários desproporcionais a situação.
  • Não faz críticas aos seus colaboradores em público.
  • Não leva para o ambiente de trabalho possíveis frustrações ligadas a sua vida pessoal.

Mas os colaboradores também precisam zelar por uma postura mais profissional e por isso, separamos algumas dicas que vão ajudar gestores e colaboradores a manter uma postura mais ética diante de seus clientes:
Não se queixe de problemas pessoais:
Não faça reclamações sobre os seus problemas pessoais diante de seus clientes ou colaboradores. Isso inclui receber ligações de familiares, por exemplo. Para evitar que algum comentário particular chegue até o seu cliente, prefira atende a essas chamadas em um lugar privado.
Explosões de raiva
Muito estresse pode resultar em explosões de raiva que podem ser dirigidas para colaboradores ou clientes, por isso, se se perceber cansado ou estressado demais, o melhor mesmo é tirar um dia de folga, ou preferir trabalhar somente no setor administrativo.
Fala desproporcional
Evite fazer perguntas pessoais demais aos seus clientes, a intenção pode ser a melhor, mas algumas pessoas preferem não se abrir.
Fala politicamente correta.
A fala politicamente correta é a fala que não tem potencial ofensivo. Por exemplo, pessoas com deficiência não gostam de responder á perguntas como:
“Como você ficou assim?”
“Você já procurou determinada religião?”
“Coitado de você?”
“Qual o nome do seu problema?”
Frases assim são consideradas capacitistas e potencialmente ofensivas. Para evitar essas situações, antes de dizer algo assim, imagine-se na posição do seu cliente, ouvindo algo assim de alguém que lhe é totalmente estranho.
A importância do treinamento
Mas não adianta esperar que os seus colaboradores exerçam por si mesmo uma postura profissional que seja condizente com o que o gestor espera para sua empresa. É necessário promover treinamentos constantes para relembrar as suas equipes do quanto o respeito é importante para a sua marca.
Nessas ocasiões aproveite para reciclar algum aspecto de realização dos seus processos, mas é essencial que esse treinamento ocorra com certa frequência. Mesmo que se trate de uma reunião pequena, algumas vezes no mês.
O hábito fará com que a sua equipe de profissionais logo reflita o comportamento impecável que pode fazer da sua empresa uma referencia em atendimento de qualidade. Otimizar a sua agenda com a plataforma Graces poderá ajudar a tornar os seus atendimentos mais ágeis e cada dia mais próximos da excelência.
E lembre-se, cadastrando-se na nossa plataforma, todas as melhores dicas de gestão ficam a sua disposição sempre que precisar.

TAGS: administração | concorrência | empreendedorismo | finanças | fluxo de caixa | gerenciamento | Gestão | marketing | spa |

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *