Cabeleireiro homem ou mulher: O sexo do profissional é importante?

  • 16 de março de 2020
  • Blog

Para alguns sim, outros não, mas é um fato: cabeleireiro homem ou mulher define as preferências dos clientes, incluindo aqueles que não se importam com isso (afinal, apenas querem um bom profissional). Esta questão não parece muito polêmica até repararmos nos ambientes em que esses profissionais estão.

 

Repare que, em um salão de beleza, não é incomum vermos profissionais homens cuidando das madeixas femininas, mas o oposto não é tão comum nas barbearias. Mas logo entraremos nesta questão.

 

Vale considerar cabeleireiro homem ou mulher?

 

Sem dúvidas. No ponto de vista técnico, realmente não há diferença: a única coisa que vai variar entre um e outro é a qualidade do seu trabalho. Contudo, o ambiente faz muita diferença em como esses profissionais atuam.

 

Tanto barbearias como salões de beleza possuem conceitos de gênero muito bem estabelecidos. Seus públicos, inclusive, vão por se identificarem com eles. Logo, em alguns casos soa muito diferente ter profissionais do sexo oposto naquele local de maneira espontânea.

 

Sim, para quem defende que isso deveria ser igualitário pode torcer o nariz, e está com razão. Contudo, a realidade pode animar ou amedrontar os presentes. Por isso, cabe aos donos desses estabelecimentos terem uma mentalidade mais progressista e compreender as necessidades do seu público. E até mesmo do próprio negócio.

 

Pense que você poderia perder uma grande oportunidade de ter uma barbeira de ótima qualidade profissional, ou cabeleireiro que está com pouca experiência e quer uma chance de mostrar o seu potencial em um salão.

Cabeleireiro e barbeiro possuem diferenças de fato?

 

Não muito. O que muda nesses casos é o foco de atuação. Barbeiros, além dos cuidados com os pelos faciais, de certa forma se especializam em cortes mais curtos e “práticos”, valorizam estilos mais simples para atender o público.

 

Os cabelereiros, por outro lado, possuem um conhecimento mais voltado para os cabelos, suas variações de tamanhos e estilos, produtos, etc. O conhecimento é um pouco mais amplo para atender uma demanda tão específica quanto das barbearias.

 

Mas novamente, essas são questões técnicas. Um cliente, ao ir no salão, deve levar esses pontos em conta, bem como o caráter do profissional. E chegamos em um ponto crucial.

 

Invista em profissionais que você pode confiar

 

Um cabeleireiro homem ou mulher não vai fazer diferença se, no final, quem foi atendido sair mais feliz com o visual do que quando entrou. Ao conhecer o profissional, tente conversar com ele, conheça-o tanto quanto ele quer conhecer você, para que realize um bom trabalho.

 

Ao final, você irá notar que as interações entre os profissionais podem quebrar muitas barreiras, e até mesmo abrir novas e interessantes possibilidades para todos.

 

Então, nessa discussão sobre o cabeleireiro homem ou mulher, qual a sua opinião? Deixe nos comentários, e vamos tornar essa discussão produtiva para todos. Quem sabe esta não se torna uma grande oportunidade para ver outros pontos de vista? Até a próxima!

TAGS: cabeleireiro | cabelos | corte de cabelo | homem | mulher | salão de beleza |

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *