Como avaliar um fornecedor de cosméticos de um salão de beleza?

  • 22 de maio de 2019
  • Blog

Tal como qualquer tipo de negócio que trate de produtos em determinado nível, um salão de beleza também precisa de fornecedores. Em um caso mais específico, de um fornecedor de cosmético responsável por garantir os melhores produtos para o salão.

E assim como qualquer tipo de insumo, é preciso ter critérios bem definidos e pensados. Caso contrário, o que era para ser um procedimento simples se torna uma enorme dor de cabeça.

Basicamente, ter um fornecedor de cosméticos é como fechar qualquer parceria. Logo, o ideal é buscar por parcerias que realmente agreguem ao seu salão, que esteja de acordo com suas necessidades e, que tal como você mesmo, também procura um crescimento sólido para seus negócios. Então como definir um bom fornecedor? É o que vamos pensar aqui.

Custo-benefício é a base para ter um bom fornecedor de cosméticos

Esse fator permeia todos os demais aspectos de uma boa parceria. Por padrão, entende-se que os melhores produtos, e por consequência, fornecedores, são os mais caros, mas nem sempre é verdade. Seguir essa ideia pode lhe trazer mais prejuízos do que resoluções para o seu trabalho.

As melhores parcerias estão relacionadas essencialmente com nossa realidade do negócio. Sabemos o tamanho do salão, as possibilidades que ele oferece hoje e o que pode ser ainda melhor amanhã. Assim devem ser as parcerias: o que elas oferecem atualmente e como poderiam ser no futuro? Com a realidade em cheque, podemos pesquisar por boas opções.

4 dicas para firmar uma boa parceria com fornecedor

Vejamos algumas dicas específicas que vão lhe ajudar a encontrar o melhor fornecedor de cosméticos e fazer seu salão brilhar ainda mais.

1 – Busque referenciais

É a forma inicial e mais prática de encontrar bons parceiros. Para salões de beleza, especialmente, isso é ainda mais interessante, dada a quantidade de produtos que podem ser oferecidos, bem como marcas. Busque por boas indicações, e avalie dentro dos seus padrões de parceria. E por falar neles…

2 – Defina os seus padrões de qualidade para uma boa parceria

Isso resume-se em algumas perguntas específicas e práticas. Qual a metodologia de trabalho? Com quais produtos trabalha? Está aberto a negociações? Como pretende atender o salão? Entre outros tantos questionamentos baseados em suas visões sobre o negócio. Não seja irredutível, mas não seja aberta demais ao que o fornecedor oferecer. Parcerias precisam ser boas para os dois lados.

3 – Considere opções locais para fornecedores

Uma boa alternativa, caso seja possível, é procurar por fornecedores locais. Além de incentivar os negócios na própria região, a familiaridade com o local torna a negociação mais prática, ou mesmo melhor. Contudo, não se esqueça dos critérios essenciais: se um fornecedor local não tem o que precisa, consulte o próximo.

4 – Bons fornecedores levam a boas clientes

Essa é uma dica interessante. Para quem tem uma clientela bem estabelecida e fiel, detalhes como os produtos utilizados no salão devem ser levados em conta. E com uma boa parceria, é possível não apenas atrair novas interessadas no salão em si, como no próprio fornecedor. O que, para ele, é uma prova excelente de um bom trabalho.

Encontrar um bom fornecedor de cosméticos está intimamente relacionado a bons valores, uma boa comunicação, e uma boa abertura para crescer em conjunto. Investir nesses aspectos de forma equilibrada faz com que o negócio se torne mais tranquilo e mais prazeroso de administrar.

E isso, para o seu salão de beleza, que busca esse ambiente harmonioso, é fundamental.

TAGS: crescimento para os negócios | fornecedor de cosméticos | produtos para salão | salão de beleza |

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *