Como escolher uma boa localização para o seu salão?

  • 11 de março de 2019
  • Blog

Quando começamos a sonhar com um estabelecimento, independente do seguimento, dificilmente pensamos em uma localização logo de cara, pois estamos sempre preocupados com outras coisas, como a aparência, ambiente interno e o serviço prestado em si.

Ignorar a localização geográfica do futuro estabelecimento é uma atitude que acaba no momento em que de fato é necessário procurar o imóvel, e é justamente nesse momento em que o fator localização se mostra tão importante, pois muitas vezes, um salão de beleza mal localizado, pode se tornar um fracasso, mesmo com um serviço de atendimento competente.

Pensando nisso, selecionamos dicas que ajudarão a pensar e repensar a localização de seu salão durante as fases iniciais do projeto.

 

A rua e a movimentação:

O primeiro elemento, que logo chama a atenção, é a movimentação da rua onde o estabelecimento será montado.

Costuma-se dizer, que ruas e avenidas muito movimentadas são a melhor pedida, já que quanto mais pessoas passarem em frente ao seu estabelecimento, teoricamente, mais pessoas vão ficar sabendo da existência dele. Contudo, é fato que em ruas movimentadas demais, dificilmente as pessoas param para observar o que as rodeia, pois estão sempre apressadas.

Em contrapartida, ruas com movimentação baixa, podem ser o extremo oposto, pois de nada adianta montar um salão onde não as pessoas não transitam e não conhecem.

O ideal seria encontrar o meio termo, nem caoticamente movimentado e nem vagarosamente parado.

Outro ponto importante sobre a movimentação da rua diz respeito às possíveis vagas de estacionamento. Ruas muito movimentadas, normalmente possuem proibições quanto ao livre estacionamento nas ruas, o que não é nenhum um pouco atraente para clientes que dirigem, assim como também locais com muitas ladeiras e buracos no asfalto.

A principal dica aqui é optar, se possível, por uma rua localizada em um bairro movimentado, mas não necessariamente no ponto mais movimentado. Ao invés de construir em uma avenida, o interessante seria em uma travessa da avenida. Dessa forma seu estabelecimento ficará fácil de ser localizado, ganhara visibilidade e não passará despercebido em meio ao caos diário de zonas movimentadas.

 

A estrutura do imóvel e suas possibilidades:

Quando se adquiri um imóvel é necessário entender onde tudo vai funcionar, observar, mapear e considerar as possibilidades de melhoria.

Uma estrutura muito grande, pode acabar ficando com espaço sobrando, enquanto que estruturas diminutas, podem não ser suficiente para o seu estabelecimento.

O importante é ter uma noção de qual o objetivo e a pretensão do estabelecimento, e assim procurar um imóvel que seja a altura dessa pretensão, cogitando também as possibilidades de ampliação, caso esse seja o seu objetivo.

Outros detalhes bastante simples devem ser observados ao se adquirir o imóvel, como a posição na rua. Pode parecer uma grande bobagem, mas é recomendável se adquirir espaços que fiquem do lado da rua que bate menos Sol, sobretudo no horário da tarde, quando o salão costuma ter mais movimento. Caso não seja possível, é necessário analisar a possibilidade de janelas menores e persianas.

A parte externa do imóvel também deve ser cuidadosamente analisada e estudada, a fim de se entender o que é possível ser feito em relação à fachada, vitrine e outras particularidades e possibilidades.

Caso não seja possível se construir ou adaptar o imóvel ao seu estabelecimento, pode-se cogitar a possibilidade de se adaptar o estabelecimento ao imóvel. Tudo uma questão de medir os objetivos do negócio com as oportunidades disponíveis.

 

Localização e vizinhança:

Outro ponto crucial a ser avaliado é a vizinhança, que podem possuir repercussão positiva ou negativa diante de uma cidade inteira.

Construir um estabelecimento em um bairro considerado perigoso ou violento, pode afastar os clientes de outras regiões da mesma cidade. O mesmo acontece com bairros mais afastados e com fama de isolados.

Quando o objetivo do estabelecimento é ganhar notoriedade perante à um grande público, é essencial que esse estabelecimento esteja localizado em uma região no mínimo respeitável.

Outros detalhes simples devem ser levados em consideração, como a iluminação pública, sinais de telefone e distribuição de água. Imagine que embaraçoso possuir um salão de beleza em um bairro que constantemente falta água ou luz.

 

Serviços essenciais próximos:

Uma boa localização não é feita apenas com uma localização geográfica privilegiada. É necessário verificar os estabelecimentos ao redor e saber como usar a presença desses estabelecimentos ao seu favor.

Dependendo dos seus objetivos como empreendedor, instalar seu estabelecimento em uma região predominantemente residencial, pode não ser uma boa ideia, já que o negócio apenas iria se popularizar entre os moradores daquela região, de forma que o alcance mais amplo de cliente acontecerá em um prazo ainda mais longo.

Regiões que possuem locais de prestações de serviços, costumam ter um valor a mais, pois esses locais atraem pessoas de outros bairros, que eventualmente vão acabar conhecendo a localização do seu salão de beleza, o que é o primeiro passo para atrair ainda mais clientes.

Os pontos de comércio e prestação de serviços mais reconhecidos são os supermercados, padarias, farmácias, pontos de ônibus, bancos e até mesmo igrejas, que são constantemente frequentadas não apenas por pessoas daquela região especificas, mas por moradores de bairros próximos.

 

A concorrência:

Uma boa analise de concorrência pode fazer toda a diferença antes de se abrir um salão, por esse motivo, é necessário entender como o mercado local funciona e como o público consome esse tipo de estabelecimento.

Se possível, é interessante saber os valores cobrados pela concorrência, e estabelecer um padrão para o seu valor de venda, que deve ficar dentro da média da concorrência.

Também é interessante analisar a quantidade de concorrentes, pois muitas vezes, iniciar um negócio em uma região já saturada de salões de beleza pode não ser um bom negócio, a menos que a região seja reconhecida justamente pela quantidade de estabelecimento semelhantes, como acontece por exemplo com a Rua São Caetano, em São Paulo, conhecida como a “Rua das Noivas”, já que a região possui dezenas de lojas especializadas no mesmo segmento, o que acaba atraindo pessoas com esse mesmo interesse de diferentes regiões da cidade.

Como o ramo da beleza é bastante amplo, muitas vezes, os estabelecimentos, embora teoricamente concorrentes, podem não necessariamente atrair o mesmo público. Por exemplo, muitas vezes o único salão de beleza de uma região pode ser um grande estabelecimento, que atraia pessoas com um poder aquisitivo mais avantajado. Caso seja instalado nessa mesma região um novo estabelecimento, com valores mais acessíveis para pessoas com orçamento reduzidos, não seria uma concorrência injusta.

Mesmo com tantas possibilidades e detalhes para serem avaliados, a dica mais importante é saber equilibrar o orçamento com a ambição. Ao se adquirir um imóvel, é necessário ter em mente um orçamento e quanto será gasto, para evitar financeiros. Contudo, ter ambição é o primeiro passo para o sucesso de um estabelecimento.

Equilibrando o orçamento, mantendo a ambição sobre controle e sabendo escolher uma boa localização, certamente são passos importantes para iniciar seu salão de beleza.

Veja também: Quando o aluguel pesa na conta, renegociar ou trocar o ponto?

Para mais dicas e sugestões sobre o mercado da beleza, não deixe de acessar graces.com.br/blog

TAGS: Acessibilidade | boa localidade | boa localização | estabelecimento | marketing | saiba escolher | vendas |

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *