Criação ou recuperação? Compensa comprar um estabelecimento já pronto?

  • 14 de agosto de 2019
  • Blog

Invesinvestimentostir em um negócio envolve, mais do que tudo, visão. Especificamente para salões de beleza, isso envolve uma questão bem pessoal. Por um lado, a vontade de exprimir sua personalidade a um novo local é quase obrigatório. Por outro lado, assumir um salão que já tem suas fundações, mas que vai ser descontinuado, garante um espaço já pronto, mas que ainda não é a sua cara? Então, como fazer?

Criação ou recuperação de um salão?

Como dissemos, a escolha envolve visão de mercado. Eles envolvem investimentos da mesma forma, bem como processos burocráticos. Porém, para cada uma das escolhas, há riscos e possibilidades. Há riscos e maneiras viáveis de trabalhar. E mostraremos essas opções a você.

Criando um salão do zero

Um salão de beleza é um projeto aparentemente simples de ser realizado. De certa forma, todos eles possuem uma identidade similar, familiar tanto para gestores como para os clientes. Por isso, montá-lo do zero não parece tão difícil, não é?

Por um lado, você sabe o que precisa estruturar no salão, entre instalações, equipamentos e decoração que seja a sua cara. Por outro, tudo deve ser comprado por você e seus associados, sem exceção. O que, de forma geral, aumentam os custos da produção do local.

Reformando um novo salão

Para quem já tem um salão, ou o conhecimento de um, pode ser mais interessante aproveitar um ponto já existente do que fazer tudo do zero. Pode acontecer de um salão correr risco de fechar, ou não ter a estrutura total para continuar, e você como gestor, pode aproveitar o que já está funcionando e focar sua estrutura em outros pontos.

Reformar um salão, aproveitando o máximo de cada ponto, pode trazer muitas vantagens, inclusive na agilização de sua abertura, ou reabertura do salão se for o caso. Porém, é bom considerar um detalhe importante aqui: dependendo do estado do salão, as reformas podem ser tão dispendiosas quanto na construção de um do zero.

Considere todas as possibilidades

Pegar um salão já pronto, começar um do zero, ou reformar o que já está levam a custos de qualquer maneira. Por isso, o mais importante aqui, tanto quanto a estrutura do local em si, é saber quanto tempo vai levar para que tudo esteja pronto, de quanto será necessário para realizar essas obras, e em quanto tempo vai recuperar esse investimento.

Pode parecer óbvio a princípio, mas perder a noção do quanto se gasta com um empreendimento é mais comum do que imagina. Sem uma boa compreensão do quanto se gasta, em todos os processos, o salão de beleza pode não durar muito tempo mesmo com um giro de clientes tão constante. Por isso, tome cuidado com cada processo, inclusive na escolha do que fazer antes dos negócios.

Então, pronto para começar um novo salão, ou renovar o atual? Com todas as cartas na mesa, é importante fazer a escolha de acordo com suas necessidades, e visão ao negócio. Por isso, analise todos os cenários, e faça a escolha com consciência. Até a próxima!

Veja esta outra matéria: https://graces.com.br/blog/marketing/salao-sob-nova-direcao-como-divulga-lo

TAGS: comprar estabelecimento | criação ou recuperação? | dicas para salão | investimentos | salão de beleza |

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *