6 erros que tem levado centenas de salões a falência

6 erros de salão de beleza

É impossível um navio navegar sem uma bússola, ele fica sem rumo em alto mar e é extremamente arriscado. O mesmo podemos dizer de um salão de beleza que sem uma gestão eficiente torna-se muito difícil chegar ao destino que se havia planejado. Então conheça nossas dicas não cometa os mesmos 6 erros que tem levado centenas de salões a falência.

1 – Não registrar todas as operações realizadas no salão

Não registrar as operações do seu salão é como relaxar na proa do navio enquanto litros e litros de água entram por um furo enorme no casco.

O registro de operações ajuda a manter o controle sobre o salão. Somente assim será possível saber se, por exemplo, o departamento de compras precisa adquirir mais unidades de um determinado produto, o quanto de dinheiro entrou no caixa, o quanto saiu para pagar contas, quantos clientes foram atendidos, qual foi o volume de vendas em determinado dia, mês ou ano e etc.

2 – Não fazer o fluxo de caixa do salão

Quanto você recebeu de dinheiro no seu caixa hoje? Esse dinheiro veio das vendas ou foi um investimento recebido? E quanto saiu? O valor que saiu, foi para pagamento de contas do salão, para devoluções a clientes insatisfeitos ou para remuneração dos sócios?

Se você não consegue responder a estas perguntas, está na hora de controlar melhor o seu fluxo de caixa. Além de oferecer um controle detalhado sobre a movimentação financeira do salão, o fluxo de caixa pode lhe indicar dados estratégicos, como, por exemplo, identificar um fornecedor onde você faz grandes compras. É possível que, para manter o relacionamento com um bom cliente, o fornecedor possa lhe conceder descontos.

3 – Não conhecer o estoque de mercadorias

Conhecer o seu estoque é importante por dois motivos. Em primeiro lugar, para você não vender ao cliente algo que não possui. Em segundo lugar, mas não menos importante, para você não desperdiçar dinheiro com armazenamento desnecessário.

O estoque de produtos pode causar diversos tipos de gastos para o salão, seja ele por ter uma grande quantidade armazenada, ou por ter produtos com o prazo de validade muito curto. Em qualquer um dos casos, este é o momento de fazer uma grande promoção. Caso contrário, você corre o risco de ter armazenado produtos estragados ou não ter espaço para produtos realmente necessários.

O estoque representa um dos principais custos do salão e tem relação direta com o preço do produto na prateleira. Otimizar o estoque é dar competitividade ao seu negócio de beleza.

4 – Não saber os custos e as despesas dos produtos e serviços

Calcular o preço dos produtos e serviços não é tarefa fácil. Existem vários fatores externos e internos que contribuem para a formação do preço. Conhecer os fatores externos leva algum tempo, contudo os fatores internos estão ao seu alcance.

Não saber os custos relacionados ao produto ou serviço, como o valor de aquisição, impostos e valor de armazenagem é dar vantagem ao concorrente. Preços errados são como furos no casco do navio. Ou você evita, ou tapa rapidamente.

5 – Não estabelecer um valor fixo de pró-labore

Assim como um capitão de cruzeiro não se lança ao mar sem um mapa de navegação, os sócios não devem se lançar numa empreitada sem estabelecer alguns acordos antes.

Defina um valor fixo de pró-labore para cada um dos sócios, inclusive para você. Esse valor pode ser igual para todos ou proporcional ao capital que cada um aplicou na abertura da empresa. Monitorar essa remuneração evita distorções na companhia e brigas entre os sócios

6 – Não usar uma solução para gestão do salão

A solução de gerenciamento norteia a empresa. Para seguir com segurança, é preciso conhecer cada detalhe das operações e processos que envolvem o seu negócio.

Controle do fluxo de caixa do salão, volume de produtos em estoque, o custo que o estoque representa para a empresa, quanto os sócios estão recebendo, dentre muitas outras coisas. Cada uma dessas informações é estratégica para seu negócio. Conhecer esses dados aumenta consideravelmente a percepção de erros e oportunidades, ajudando a corrigir o rumo que a empresa está tomando. Por isso, mantenha uma ferramenta de gerenciamento que reúna todas as informações e facilite a administração da sua empresa de beleza.

Bom, agora que você identificou os 6 maiores erros que tem levado os salões a falência, inscreva-se em nossa newsletter para receber mais dicas como essa.

A Graces te ajudará a não cometer mais esses erros, peça agora sua demonstração.

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.