Como construir um modelo de negócio para seu salão de beleza

O modelo de negócio funciona como uma visão geral e prévia da sua empresa, em que somente as informações mais relevantes e claras são incluídas.

Dessa forma, no momento de tomar uma decisão ou investir em um novo método, você pode revisar as informações do modelo.

À vista disso, prossiga a leitura e saiba mais sobre a estratégia, o que é, e também a sua importância.

O que é o modelo de negócio

De acordo com Alexandre Osterwalder, “Um modelo de negócio descreve a lógica de criação, entrega e captura de valor por parte de uma organização”.

Nesse sentido, entenda que Osterwalder foi responsável pelo desenvolvimento desta estratégia que indica os principais passos para iniciar bem um empreendimento.

Ou seja, o plano descreve todos os elementos e fases que fazem parte do negócio, proporcionando benefícios como a organização.

Portanto, algumas características fundamentais no modelo seriam as fontes de receita, bem como as principais parcerias e custos.

Qual a importância?

Para compreender mais sobre a relevância do modelo de negócio, é fundamental que você entenda as vantagens da estratégia.

A princípio, saiba que o plano é essencial na tomada de decisões porque você consegue visualizar aquilo que é mais importante para o seu salão.

Com isso, as estratégias de curto, médio ou longo prazo, se tornam mais consistentes e oferecem melhores resultados.

Construindo um modelo de negócio para o seu salão

De fato, há diversos modelos de negócio para salão de beleza, mas decidimos falar sobre componentes que são fundamentais, entenda:

  • Missão;
  • Problemas que serão solucionados;
  • Fonte de receita;
  • Despesas;
  • Consumidores;
  • Marketing;
  • Funcionários e parceiros;

Note que o modelo de negócio acima conta com características simples, mas que desempenham grande importância:

Dessa forma, você pode iniciar a criação do seu plano fazendo um resumo que explique o porquê do seu salão existir, que seria a sua missão.

Em contrapartida, o segundo componente inclui todos os problemas que os clientes enfrentam e o que seu salão poderá oferecer soluções.

Além disso, cabe falar sobre a fonte de receita, na qual é interessante colocar no papel quais os diferentes fluxos da sua renda, ou seja, as principais formas de ganhar dinheiro.

Nesse sentido, podemos incluir os diferentes serviços dentro do salão que contam com resultados financeiros variados.

Também cabe mencionar as despesas com contas, aluguel e produtos. Por isso, este componente inclui tudo que é necessário para o início e o funcionamento do salão.

Os consumidores também devem fazer parte do modelo de negócio porque você precisa definir previamente qual o seu público-alvo.

Com relação ao marketing do seu salão, você pode investir em estratégias digitais como o programa de fidelidade ou até mesmo a avaliação de serviços.

Os dois métodos acima, tem por objetivo fidelizar os clientes e obter lucros a longo prazo.

Por outro lado, tenha em seu plano de negócios todos os seus funcionários e parceiros.

É interessante manter todas as informações das pessoas que trabalham em seu salão, além dos parceiros, a fim de facilitar as estratégias.

Por fim, deixe claro quais são as metas que devem ser alcançadas em determinado período.

Através das metas você consegue engajar a equipe e conferir o desenvolvimento do seu negócio.

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.