Economizar no salão

Economize dinheiro no salão

Encontrar formas de economizar no salão com custos variáveis e uma demanda por serviços que também muda, não é uma tarefa fácil.

Entretanto, hoje vamos explorar dicas valiosas para te ajudar a otimizar os gastos, a fim de manter as operações financeiras do seu negócio 100% saudáveis.

Portanto, iremos tratar sobre o assunto de orçamento empresarial para que você entenda como manter as finanças em ordem.

Bem como, falaremos sobre algumas áreas que exigem menos recursos financeiros, caso o dono do negócio saiba poupar.

Orçamento empresarial

O primeiro passo para economizar dinheiro no salão seria ter um orçamento empresarial que é muito útil como um plano detalhado que define as metas financeiras de uma empresa para um período.

Ele ajuda a empresa a controlar seus recursos, tomar decisões estratégicas e avaliar seu desempenho ao longo do tempo, abrangendo áreas como vendas, produção, despesas e investimentos. 

Veja que o orçamento é essencial e assim como acontece nas finanças pessoais, no mundo empresarial a ideia não é diferente.

Não é possível economizar e alcançar metas financeiras sem antes saber o valor exato das entradas e saídas. 

Como resultado, aprenda a analisar sua receita para economizar dinheiro no salão.

Identifique todas as suas fontes de receita para determinar o fluxo mensal de entrada de dinheiro no seu negócio.

Mas, o que acontece no caso que foi citado logo na introdução?

O salão tem demandas variáveis, como é possível determinar o valor das entradas? 

É importante fazer isso ao longo de vários meses, preferencialmente nos últimos 12 meses, se os dados estiverem disponíveis.

Observe como a receita mensal varia ao longo do tempo e procure por padrões sazonais. 

Por exemplo, pode haver uma queda após as férias ou durante os meses de verão.

Compreender essas mudanças sazonais ajudará a empresa a se preparar para períodos de menor receita e permitirá a construção de uma reserva de emergência.

Além disso, com os dados do último ano, você consegue estabelecer uma média de entradas a cada mês. 

Lembre-se também de que as entradas representam a receita total, não o lucro.

A receita é o dinheiro gerado pelas vendas antes das deduções das despesas, enquanto o lucro é o valor restante após a dedução das despesas.

Nesse momento, precisamos saber o valor da receita do salão.

Economizar dinheiro no salão – Considerando os custos fixos e variáveis

Em seguida, subtraia os custos fixos, aqueles que permanecem constantes, não importa o quanto sua empresa esteja vendendo. 

Eles podem ser despesas diárias, semanais, mensais ou anuais, então é importante coletar o máximo de informações possível sobre eles.

O aluguel é um exemplo de custo fixo mensal.

Mas os seguros, por exemplo, podem ser contratados de forma anual.

Jamais esqueça de considerar os gastos fixos que não acontecem mensalmente.

O próximo passo para economizar dinheiro no salão, é subtrair as despesas variáveis

Enquanto você organiza seus custos fixos, pode identificar outras despesas que não são tão regulares. 

Ao contrário dos custos fixos, as despesas variáveis mudam em relação à produção ou atividade do seu negócio. 

Observe como elas variaram ao longo do tempo e use essas informações para estimar os custos variáveis futuros.

Um bom exemplo de gasto variável seria o salário de funcionários por hora.

Há meses em que você não precisa arcar com gastos com este tipo de profissional, já em épocas de maior movimento, talvez seja necessário contratar.

Sendo assim, tente ao máximo prever o valor gastos dessa forma.

Vale falar que há donos de negócio que reduzem despesas variáveis em meses de menor demanda.

Já quando o lucro aumenta, eles preferem colocar as despesas que garantirão um benefício a longo prazo, como investir em um novo tipo de produto ou serviço para trazer como novidade no salão.

Reserva

Seja como você preferir, saiba que seu negócio precisa de uma reserva de emergência para economizar dinheiro no salão.

Uma reserva é ideal para que a pessoa consiga se sustentar durante determinado período em casos como a perda de emprego.

Além disso, como o nome nos indica, a reserva pode ser usada se o carro quebrar ou se um cano estourar na casa, por exemplo.

No caso de uma empresa, somos tentados a pensar que uma reserva não é tão necessária.

Mas, precisamos sempre considerar o pior cenário. Esta é uma dica presente em livros renomados sobre finanças.

Analisar o pior cenário para o seu salão, é pensar no que você faria se acontecesse um problema e todas as demandas parassem.

Lembra da pandemia? Ninguém sabia que teríamos que fechar nossos salões por meses até voltar a receber alguns clientes com todos os cuidados, álcool em gel e máscaras.

Donos de salões que pensaram no pior cenário possível e estruturaram sua reserva de emergência, enfrentaram a pandemia com maior tranquilidade.

Portanto, considere reservar de 6 a 12 meses do valor das suas despesas fixas e variáveis.

Esse valor deve ser usado somente em momentos de emergência, evitando que você tenha de fazer dívidas para continuar o funcionamento do seu negócio.

Em outras palavras, a reserva é uma estratégia para economizar dinheiro no salão.

Por exemplo, se o estoque for danificado inesperadamente, você terá os recursos financeiros necessários para repor tudo.

Certamente, você ficará tentado a gastar a renda excedente em despesas variáveis, mas o ideal seria estabelecer a reserva.

Metas

Você já deve ter ouvido ou lido a seguinte frase: “Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”. 

Quando aplicamos essa ideia às finanças de uma empresa, o conceito é semelhante. 

Estabelecer metas para o seu salão de beleza é fundamental para orientar suas ações em direção a uma estratégia futura. 

Embora você possa ter grandes aspirações para o seu negócio, alcançá-las exigirá não apenas sonhos, mas também hábitos diários, estratégias e planejamento cuidadoso.

Sem metas claras, é fácil ficar à deriva, sem saber quais passos tomar diariamente para chegar aonde deseja, inclusive torna a ideia de economizar dinheiro no salão praticamente impossível. 

Portanto, defina metas de curto, médio e longo prazo. 

Enquanto as metas de longo prazo proporcionam uma visão geral do seu destino final, as metas de curto e médio prazo são consideradas como marcos ao longo do caminho, mantendo você motivado e focado.

E vale destacar que apenas estabelecer metas não é suficiente, é preciso também celebrar cada conquista, por menor que seja. 

Portanto, tenha metas simples e complexas, tal como celebre cada vitória ao longo do caminho.

Analisando os gastos para economizar

Agora vamos tratar sobre alguns custos comuns no salão de beleza que podem ser diminuídos por meio de estratégias simples.

Por exemplo, quando consideramos o uso de energia, diversas ações contribuem para economizar dinheiro no salão.

Inicialmente, podemos considerar a iluminação com LED, tendo em vista que usa até 90% menos energia do que a iluminação incandescente convencional.

Vale destacar inclusive, que as luzes LED geralmente duram mais.

E claro, considere aproveitar bem a luz natural do seu salão para não precisar de lâmpadas internas.

O ideal é que você não dependa de luz artificial durante o dia, aproveitando a luz natural ao máximo possível.

Talvez procurar por um local que tenha grandes janelas ou simplesmente reposicionar os móveis para aproveitar a luz natural, são boas opções.

Já quando falamos sobre equipamentos, antes de comprar um novo, considere a energia.

Embora os equipamentos mais econômicos em energia, sejam mais caros, quando analisamos a situação a longo prazo, vale a pena o investimento.

Também vale considerar dicas simples como desligar os equipamentos no final do dia ou quando não os estiver usando.

Certamente, também é fundamental investir em equipamentos de qualidade e certificados para economizar dinheiro no salão.

E quando você tiver bons equipamentos em seu salão, considere também realizar a manutenção no tempo correto.

Um equipamento sem manutenção e mal regulado, consome mais energia do que o necessário.

Ar-condicionado

Além disso, se em seu estabelecimento vocês usam o ar-condicionado, mantenha tudo fechado.

Uma das características atraentes dos salões de beleza e barbearias é a sensação de abertura, permitindo que qualquer pessoa entre livremente. 

No entanto, se o salão possui ar-condicionado, o consumo de energia pode ser significativo. 

Para evitar o aumento dos custos de energia elétrica, é importante conscientizar tanto os profissionais quanto os clientes sobre a importância de manter as portas fechadas sempre que possível.

Economizar dinheiro no salão – Água

Em primeiro lugar, devemos citar a possibilidade de captação da água da chuva.

Para isso, instale um sistema de coleta no telhado ou em áreas abertas do seu espaço.

Essa água pode ser usada tanto para dar descarga em vasos sanitários, quanto para regar plantas e lavar pisos.

Em segundo lugar, considere o reuso da água.

Isso significa que a água usada em processos industriais como limpeza de equipamentos, pode ser tratada e reciclada para uso em outras atividades que não exijam água potável.

Por outro lado, dá para adotar produtos que demandem menor quantidade de água, como shampoos e condicionadores com tecnologias que exigem menos enxágue.

Outra grande alternativa para economizar dinheiro no salão, seria a de capacitar os colaboradores para o uso responsável da água.

Por exemplo, fechar a torneira quando não estiver em uso, assim como, aplicar a quantidade adequada de produtos, a fim de evitar os desperdícios, tanto do produto em si, quanto da água.

Bem como, saiba que implementar equipamentos nos lavatórios que economizem água, como controle de pressão, controle de fluxo, sensores e outras tecnologias, resulta em economia de até 330 litros de água por dia.

Enfim, para reduzir a necessidade de lavagens adicionais, use borrifadores e faça cortes a seco.

Economizar dinheiro no salão com aluguel

A princípio, você precisa entender que uma empresa só é economicamente sustentável quando todas as contas batem, especialmente o aluguel.

Dessa forma, é fundamental que esta conta fixa não seja maior do que 11%.

O ideal é que seja de 8% a 11%, porque quando o valor é superior, a lucratividade do seu salão é afetada.

Alguns donos de negócio, inclusive, tentam compensar o valor alto do aluguel com o aumento do preço de serviços e produtos do salão, mas essa é uma péssima ideia.

Quando os valores sobem, a tendência é que o público-alvo migre para os concorrentes.

Para garantir a economia, você pode procurar por um ponto em uma rua, ao invés de uma área comercial.

Esse tipo de locação pode oferecer uma oportunidade mais acessível e possibilidade de negociar descontos, fazendo com que você venha a economizar dinheiro no salão. 

Porém, apesar da economia, lembre-se de que o salão não ficará em um polo comercial.

Ou seja, seu negócio não estará presente em um local com maior fluxo de pessoas, possivelmente tendo dificuldades para atrair novos clientes.

Sendo assim, visando a economia, o ideal é que você não vá para nenhum extremo.

A área muito bem localizada é cara, porém um local extremamente barato pode ser perigoso porque não adianta montar um salão em uma região que não irá gerar renda.

Então, busque pelo equilíbrio.

Por outro lado, vale pensar sobre vagas de estacionamento.

Se o seu negócio depende da chegada de carros de clientes, como um salão que atende noivas, o estacionamento é fundamental.

Mas, você também deve estar atento aos custos se for oferecer esse “benefício adicional”.

Finalmente, pense acerca de outras despesas como material de limpeza, internet e telefone. Qual a melhor forma de economizar com essas despesas?

A economia não se limita somente ao espaço físico 

Sabia que você pode economizar dinheiro no salão ao ouvir a opinião de seus clientes?

Considerar a clientela para estruturar campanhas, promoções, além de novos serviços e produtos, gera muita economia.

Solicite opiniões aos seus clientes e responda prontamente às suas preocupações e perguntas. 

Para manter os clientes e incentivá-los a retornar ao seu salão, é essencial que se sintam valorizados e desfrutem de uma experiência excepcional. 

Por exemplo, se os clientes têm preferência por determinadas marcas de produtos, invista nessas marcas que eles apreciam e que se encaixem no orçamento deles.

Um equívoco comum entre os proprietários de salões é presumir que os clientes sempre preferem as marcas de design mais caras. 

No entanto, existe um ponto intermediário entre produtos de marca e opções mais acessíveis. 

A realização de pesquisas pode ajudá-lo a selecionar linhas de produtos profissionais que ofereçam resultados excelentes a um preço razoável. 

Além disso, busque por formas de divulgar sem gastar muito em publicidade para economizar dinheiro no salão.

Seja por meio do marketing boca a boca ou um sistema de gestão de clientes que ajuda você a tratá-los como se fosse da realeza.

Investindo na equipe para economizar

E para garantir uma experiência ainda melhor aos consumidores, lembre-se de considerar a sua equipe.

Ótimos colaboradores farão com que os clientes voltem sempre.

Busque por profissionais de fato capacitados e invista um bom dinheiro na contratação dos mesmos.

Se você deseja que seu salão seja visto como autoridade no mercado da beleza, tenha uma equipe composta pelos melhores profissionais.

Bem como, não ofereça treinamento somente quando contratar uma pessoa nova.

O desenvolvimento e o treinamento contínuos irão aprimorar as habilidades e conhecimentos dos seus colaboradores, e garantir que você venha a economizar dinheiro no salão.

O setor da beleza está em constante evolução e manter sua equipe atualizada por meio de treinamentos é um investimento para seu negócio.

Um time de colaboradores bem capacitado consegue se adaptar às mudanças no mercado, manter-se atualizado com as mais recentes tecnologias e impulsionar sua empresa à frente dos concorrentes. 

Ao investir no desenvolvimento da equipe, você não só aumenta a satisfação, mas também mantém os funcionários motivados. 

Priorizando o bem-estar da equipe, você cria um ambiente de trabalho mais feliz e produtivo, o que tende a resultar em colaboradores mais leais ao seu salão.

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.