Até onde a redução de custos é viável?

Buscar a redução de custos, seja em casa ou no negócio, é um dos meios mais simples de garantir economia para qualquer coisa que deseje. Especificamente para os salões de beleza, buscar custos mais baixos podem trazer maiores lucros, o que também leva a maiores investimentos e no aumento do local. Mas como sempre, há uma questão importante nesses casos.

Como pretende aplicar essa redução de custos? Quais são os pontos que podem ser melhor trabalhados nesse quesito, e quais não devem? Essa é uma tarefa logística que pede não apenas por atenção nas escolhas, como um bom conhecimento do segmento. Afinal, com uma redução mal pensada, você pode causar problemas que causem um problemão ao salão, inclusive acabando com ele.

Como aplicar a redução de custos ao salão?

Redução de custos em salões de beleza podem ser relacionada a algumas coisas. Vejamos a seguir.

  • Produtos de trabalho
  • Material de Higiene
  • Recursos para maior conforto (ventilador, ar condicionado)
  • Outros serviços

Cabe notar que, de uma forma geral, para cada ponto, existem prioridades. Por exemplo, material de higiene e limpeza é um ponto básico e prioridade ao determinar os custos de logística de um salão, portanto não podem ser cortados, o mesmo vale para os produtos comuns ao salão.

Por outro lado, em determinado momento, podem não ser necessários certos “mimos”, como ar condicionado, por exemplo. Nessas horas, as escolhas devem ser sempre de acordo com a saúde financeira do salão.

Aprenda a diminuir os custos sem prejuízos

“Custo benefício” é um termo muito importante quando se trata de diminuir os custos de um salão de beleza. Isso pois, apesar de pensarmos nas possibilidades de adquirir produtos mais baratos para manter o local, os riscos de causar problemas, como má qualidade dos serviços, é grande.

Na verdade, mesmo produtos de preço muito alto podem não se reproduzir em qualidade. Por isso a importância de avaliar os custos benefícios: dessa forma, você não vai adquirir o mais barato ou o mais caro, mas sim buscar as opções ideais para suas necessidades e recursos disponíveis.

Claro, isso pode ser feito para cada procedimento dentro do salão, sem exceder-se demais com essas questões.

Redução de custos envolve funcionários?

Sim, pode envolvê-los. Por vezes, a redução de custos pode envolver também ter uma equipe menor de funcionários. Na realidade, infelizmente esse tipo de atitude pode ser necessária quando os ganhos do local não vão bem.

Geralmente, quando chega-se ao ponto de pensar no corte de funcionários, é importante considerar que eles são necessários para que o negócio possa se restabelecer, buscar novas possibilidades, e então trazê-los de volta se for o caso. Em salões de beleza, uma boa alternativa para isso é o aluguel de cadeiras, diminuindo custos ao passo que outras ações podem ser pensadas a médio prazo.

Ao considerar a redução de custos para o salão de beleza, examine quais pontos podem ser amenizados com maior facilidade, sem causar prejuízos no atendimento do público. Com uma boa projeção, é possível garantir que essas saídas levantem o negócio.

Não deixe de cuidar bem do seu salão, e até a próxima!

Veja também: Faça o planejamento financeiro do seu salão de beleza

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.