Como ter profissionais engajados no salão de beleza?

Antes de entender por que é importante ter funcionários engajados no salão, é fundamental saber exatamente o que isso significa.

Um colaborador engajado é aquele que se identifica com os valores e objetivos do negócio, e trabalha de forma proativa para garantir que eles sejam alcançados.

Em outras palavras, é alguém que se sente parte fundamental do sucesso da empresa e está disposto a fazer o que for necessário para contribuir para isso.

No entanto, nem todos os funcionários são engajados dessa forma.

Assim, há alguns sinais de que um colaborador pode estar desengajado e felizmente existem várias maneiras de lidar com esses problemas.

Prossiga a leitura para conhecer estratégias que te ajudarão e ter os melhores resultados.

Sinais de funcionários desengajados e como solucioná-los

Para ter funcionários engajados no salão, é essencial ter uma comunicação efetiva.

A comunicação é uma ferramenta poderosa na gestão de equipes e tem um papel crucial na produtividade do negócio.

Na verdade, a falta de comunicação pode ser um dos principais sinais de que algo não está indo bem dentro da equipe.

Quando a comunicação falha, as expectativas não são alinhadas, as tarefas não são delegadas corretamente e os colaboradores podem se sentir desmotivados e perdidos.

No entanto, é importante lembrar que cada colaborador tem uma personalidade única e, portanto, é necessário adotar uma abordagem personalizada para solucionar a questão.

Por exemplo, há excelentes profissionais introvertidos que, por natureza, desempenham seu trabalho em silêncio.

Neste caso, para ter funcionários engajados no salão, a comunicação pode ser mais efetiva através de meios escritos, como e-mails ou mensagens instantâneas.

Falta de comunicação por incompetência

Certo, mas o que fazer quando a personalidade não é o problema e sim a incompetência é a raiz do problema?

Assim como em muitos escritórios, em um salão de beleza, o trabalho de um funcionário pode depender do outro.

No primeiro cenário, se um funcionário não concluir um relatório, isso pode impedir que outra pessoa faça a sua parte e conclua o trabalho.

No segundo, o mesmo pode acontecer se a pessoa responsável por fechar negócio com o fornecedor deixar você na mão.

Em ambos os casos, todo o trabalho é afetado.

No contexto de um salão de beleza, isso pode ser especialmente problemático, pois os profissionais precisam dos produtos em mãos para fazer os tratamentos e oferecer o serviço aos clientes.

Se a comunicação falhar e os produtos não estiverem disponíveis, isso pode afetar negativamente os clientes e até gerar desperdício de tempo.

Por isso, para ter funcionários engajados no salão é essencial que os gestores invistam em treinamentos e capacitações.

Dessa forma, garante-se que a equipe tenha as habilidades necessárias para se comunicar de forma clara e eficaz.

Reunião para resolver a falta de comunicação

Outra solução interessante para lidar com a falta de comunicação entre os colaboradores é realizar uma reunião.

Nesse encontro, de forma descontraída, é possível explicar suas preocupações com relação aos impactos que a falta de contato pode causar no salão e nos próprios colaboradores.

Além disso, é importante deixar claro que seu objetivo é entender as causas da falta de comunicação para, em conjunto com os demais colaboradores, definir soluções efetivas para o problema.

Durante a reunião, é fundamental que você ouça com atenção as preocupações.

Dê a eles tempo para que possam se expressar e contribuir com ideias para superar o desafio.

Ao final da reunião, é importante fazer um resumo do que foi discutido e definir, em parceria com os colaboradores, medidas concretas para solucionar o problema.

Compartilhe esse resumo com todos os presentes e assegure-se de que todos estejam cientes das ações que serão implementadas.

Os funcionários engajados no salão devem ter espírito de equipe

Os colaboradores passam mais tempo com os colegas de trabalho do que com os próprios familiares e amigos.

Por isso, se um trabalhador tem dificuldades em se relacionar com pessoas com quem ele passa a maior parte do seu tempo, este é um sinal que causa o desengajamento.

É simples quanto mais seus funcionários gostarem de trabalhar juntos, maior a probabilidade de gostarem de seus empregos, em geral.

Portanto, você deve estar atento a dois pontos principais: quando o relacionamento dos colaboradores está se tornando fraco ou quando este relacionamento nem mesmo existe.

No primeiro caso, é importante entender o motivo pelo qual os trabalhadores estão tendo o seu relacionamento enfraquecido para ter funcionários engajados no salão.

Um exemplo simples é a falta de sensibilidade de alguns.

No artigo “Treinamento de sensibilidade – Dicas para implementar em seu salão”, nós falamos um pouco sobre como preconceitos inconscientes afetam a relação entre os indivíduos.

É importante lembrar que esses preconceitos podem acontecer de forma sutil e nem sempre são intencionais.

Por isso, é fundamental que os colaboradores tenham a oportunidade de se educar sobre o tema, a fim de que possam identificar esses comportamentos em si mesmos e nos outros.

Assim, a solução é oferecer o treinamento, de forma que todos aprendam a se tratar com maior respeito.

No segundo cenário, em que o relacionamento ainda não existe, é importante criar oportunidades para que os colaboradores possam se conhecer.

Uma ideia interessante é promover a interação online, em que todos possam participar.

Como resultado, eles têm a liberdade de usar recursos digitais, como imagens, vídeos, GIFs, figurinhas, entre outros, para tornar as conversas mais descontraídas e ter funcionários engajados no salão.

Dessa forma, além de melhorar o clima organizacional, os colaboradores terão a sensação de pertencimento e união.

Demais soluções para falta de espírito de equipe

Happy hours patrocinados pelo seu negócio, alguma atividade de lazer, jogos ou eventos esportivos também são ações interessantes.

Quando seus funcionários se veem como uma equipe, e não apenas como um grupo aleatório de colegas de trabalho, é menos provável que eles se tornem desengajados no trabalho.

Pontualidade para ter funcionários engajados no salão

Além disso, o seu salão pode ter trabalhadores desengajados quando falamos acerca da pontualidade.

Isso ocorre principalmente quando a pessoa tem dificuldade em administrar o seu tempo dentro e fora do trabalho.

Mas, como isso é refletido em minha empresa?

Bom, pode ocorrer de diversas formas.

Por exemplo, o indivíduo pode abusar das pausas, fazendo com que ele perca tempo e demonstre descompromisso com seu trabalho.

Ou seja, você deve ficar atento se o seu colaborador está fazendo pausas muito longas e porque ele está tendo tal comportamento.

Chegar tarde ou sair mais cedo também são exemplos importantes.

Quando o atraso se torna uma ocorrência regular ou a pessoa apresenta diversas desculpas para sair mais cedo, isso é uma bandeira vermelha.

Para ter funcionários engajados no salão e solucionar tais problemas, você pode sentar com os trabalhadores e perguntar gentilmente se está tudo bem.

A procrastinação e a dificuldade em administrar o tempo podem decorrer de uma saúde mental afetada.

Em diversos casos, a pessoa deprimida tem dificuldade em realizar atividades básicas como se alimentar e tomar banho.

Se este for o caso de alguns membros da sua equipe, busque por formas de ajudá-los, oferecendo suporte emocional.

Você também pode sugerir que eles procurem ajuda profissional, como um psicólogo ou psiquiatra, e oferecer a eles informações sobre recursos disponíveis para ajudá-los a lidar com a situação.

Nesse sentido, as partes encontram uma solução em conjunto para evitar o esgotamento e assegurar que os funcionários estejam engajados no salão.

Crescimento de carreira atrofiado

O último sinal de um funcionário desengajado ocorre quando a pessoa não participa das reuniões de equipe, não oferece novas ideias, está emocionalmente ausente e não tem senso de propósito.

Isso é particularmente preocupante, pois pode afetar grandemente o processo de crescimento profissional.

Quando um colaborador não se envolve com a equipe ou com a missão da empresa, ele pode acabar limitando seu próprio potencial de desenvolvimento.

Por exemplo, um colaborador que trabalha no salão de beleza há 5 anos pode ter acumulado uma grande quantidade de conhecimento e experiência, mas se ele não estiver disposto a aprimorar suas habilidades ou a se envolver com a missão do salão de beleza, ele pode acabar estagnado em sua carreira.

Por outro lado, funcionários engajados no salão encontram muitas oportunidades, seja através do aprendizado de novas habilidades e da participação em projetos desafiadores.

Portanto, para solucionar esta questão, você deve deixar claro quais são as suas expectativas para todos.

Demonstre interesse no crescimento dos funcionários, apresenta opções de novos cursos ou use uma solução digital a fim de oferecer aos trabalhadores um plano de carreira.

Quando eles entendem que há um plano traçado e podem visualizar virtualmente o resultado dos seus esforços, começam a se dedicar mais ao trabalho.

Trabalhar com palestras sobre os valores centrais da empresa também é uma estratégia interessante para ter funcionários engajados no salão.

Assim, o colaborador entende se ele quer fazer parte da evolução do seu negócio ou não.

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.