Manicure: Parceira ou Inimiga

Manicure Parceira ou Inimiga

Ruim com ela, pior sem ela!

É assim também que você está se sentindo nos últimos tempos? Você, que é gestor de uma empresa no mercado da beleza, também está sentindo na pele os desafios que é ter ou não manicures em sua equipe?

Tenho me surpreendido cada vez mais com os problemas que estão acontecendo nessa relação entre gestores e manicures.

Por um lado, vejo diariamente gestores reclamando que não encontram profissionais dispostas a trabalhar. De cada 10 entrevistas agendadas, apenas 1 comparece e já chega cheia de exigências.

As queixas dos gestores são quanto ao comprometimento das profissionais, quanto à responsabilidade em cumprir horários e atender bem suas clientes. Eles relatam que as profissionais não tem postura profissional, não vestem a camisa da empresa e ainda reclamam de tudo.

Por outro lado, observo as manicures falando que precisam de mais condições, exigindo garantia, condução, fixo, material do salão, pagamento para fazer teste e tantas outras reivindicações.

Vamos lá…. vejo erro dos dois lados!

Eu já sei que esse assunto é polêmico e pode gerar discussões. Mas temos que enfrentá-lo de frente para poder resolver!

Já passou da hora de acabar com essa guerra, com essa posição de inimigos. Gestor e manicure devem ser parceiros para realmente crescerem juntos.

  1. Contratação – Em nosso mercado temos dois tipos de contratação permitidos em lei: contratação de funcionário pela CLT e contratação de profissional parceiro pela Lei 13.352 de 27/10/2016.

Todo e qualquer tipo de contratação fora dessas regras é ilegal e traz insegurança e problemas tanto para o gestor quanto para o profissional.

Então, o primeiro ponto crucial para que possamos acabar com a guerra e ter paz nessa relação é definir e aceitar a forma de contratação.

Gestor – você precisa definir qual o tipo de contratação terá em sua empresa e cumprir TODA a legislação. E é claro, ao definir o tipo de contratação, estará também definindo o perfil de profissional que está buscando!

Como disse em um dos meus vídeos, existem profissionais que tem perfil e profissionais que não tem perfil para trabalhar como parceiros. Existem muitas manicures excelentes no mercado mas que não tem perfil para serem empreendedoras e querem a “segurança” que a contratação pela CLT sugere.

Manicure – você precisa conhecer e obedecer a legislação vigente em nosso país. Não adianta nada querer ser contratada com carteira assinada e não cumprir horário. Também não adianta querer receber fixo, comissão alta, garantia, condução e não ter nenhum vínculo.

Se a empresa na qual você for trabalhar te oferecer o contrato pela Lei do Salão Parceiro, ela NÃO pode pagar vale-transporte! Ela vai te pagar a comissão sobre os serviços prestados. Porém, sua chance de ter um faturamento mais alto é bem maior e só vai depender de você.

  1. Rotinas e Procedimentos – Cada empresa tem o seu jeito único de fazer as coisas e isso precisa estar claro desde o início da conversa.

Independente do regime de contratação, toda empresa precisa definir suas regras de conduta, seus protocolos e procedimentos. Cada empresa precisa ter suas regras bem definidas para que a convivência seja harmoniosa e leve entre todos.


Gestor – Sua empresa precisa ter um Manual de Rotinas e Procedimentos, onde estarão descritos todos os protocolos, processos e procedimentos que são realizados e a forma como devem ser realizados.

Por exemplo: em sua empresa, a manicure espera a cliente vir até a sua cadeira ou ela vai na recepção buscar a cliente? Qual é o método de cuticulagem usado em sua empresa? A esterilização dos equipamentos é feita por cada manicure ou uma é escolhida para fazer de todas em determinados horários?

Manicure – Nunca se esqueça que você é uma profissional e para ser respeitada como tal, você precisa ter uma postura profissional. E faz parte dessa postura seguir as regras da empresa onde você trabalha.

Em qualquer empresa do mundo corporativo, você terá que cumprir regras. Porque então no mercado da beleza não agimos assim também?

  1. Clientes – Outro assunto delicado né? Os profissionais do mercado da beleza querem chegar em uma empresa cheia de clientes para serem atendidos e os gestores querem profissionais que já venham com seus clientes. Nenhum dos dois lados quer buscar, conquistar e fidelizar novos clientes. De quem é a responsabilidade?

 

Gestor – Você precisa ter a mentalidade de que precisa investir sim em marketing para trazer os clientes até você. É imprescindível que tenha uma estrutura de comunicação para buscar novos clientes, como divulgação e investimento em Redes Sociais, parcerias com empresas da região, entre outros.

É importante também que tenha um programa de fidelização do seu cliente, trabalhando não apenas a venda, mas o pós-venda. Dê atenção ao seu cliente depois que ele sair de sua empresa, entendendo se sua expectativa foi atendida e com certeza conquistará a fidelidade dele.

Manicure – Você tem nas suas mãos um negócio e pode com ele, conquistar tudo o que você sonhar. Mas para isso também precisa pensar como empresária. E todo empresário precisa investir em marketing para conquistar seu cliente.

Segundo a Lei do Salão Parceiro, você também é responsável pelo bom atendimento do cliente. Você também é responsável por buscar o seu cliente, por mostrar a ele a qualidade do seu serviço. Então não adianta nada ficar sentada esperando o cliente entrar pela porta.

Dê um passo à frente! Tire fotos dos seus trabalhos, publique em suas redes sociais, peça para que a empresa onde você atua também publique as suas fotos. Crie um relacionamento com o cliente, mostrando a ele o seu melhor.

  1. Inteligência Emocional – esse é o ponto crucial para acabar de vez com essa guerra. E para os dois lados – tanto o gestor quanto a manicure precisam desenvolver Inteligência Emocional. Essa é uma competência essencial para quem quer realmente crescer e alcançar o sucesso.

 

É através da Inteligência Emocional que conseguimos desenvolver nosso autoconhecimento, reconhecer e entender as nossas emoções, as emoções do outro, bem como a capacidade de lidar com eles.

Precisa de ajuda? Conte comigo. Tenho um grupo de mentoria onde acompanho profissionais e gestores por seis meses para desenvolver a Inteligência Emocional e realmente ter sucesso!

Profa. Ms. Giovana Quini
Mentora, Coach e Palestrante
Especialista em Gestão de Pessoas
Apaixonada pelo mundo da beleza

www.giovanaquini.com.br

Preço Justo

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.