Velocidade x qualidade: Como atender um público cada vez mais apressado?

  • 27 de janeiro de 2020
  • Blog

Quanto é o seu giro diário? Essa pergunta parece pouco pertinente para alguns salões de beleza e barbearias, mas é um número bem importante para o negócio. Caso ainda não esteja claro, um “giro” é quando atendemos uma quantidade específica de clientes únicos ao longo do horário de funcionamento do salão.

 

Esse número está relacionado a vários fatores, mas hoje em dia tem um especial que chama mais atenção por relacionar-se diretamente a postura de muitos clientes: o tempo de atendimento.

 

Velocidade x qualidade, isso existe?

 

Não é algo exagerado, mas acontece em um certo nível. Nós mesmos, enquanto profissionais, temos essa “sensação de urgência”, direcionando nosso dia a dia da forma mais rápida possível, fazendo muitas coisas, e buscando por mais.

 

Da mesma forma, muitos clientes acabam por fazer o mesmo, desejando um atendimento rápido e eficiente. Para alguns processos, isso é possível, o que é positivo para o salão ao conseguir atender mais pessoas, e assim aumentar o giro.

 

Por outro lado, essa pressão por mais rapidez e eficiência pode ser prejudicial. Isto é, um profissional de salão que seja forçado a entregar serviços cada vez mais rápidos por longos períodos tende a diminuir a qualidade do serviço, tal como qualquer outro trabalho.

 

Não por acaso, esse é o fator de risco em qualquer negócio, seja para profissionais, seja para os clientes. Logo, qual seria melhor solução?

 

Valorize o próprio tempo, sempre

 

Profissionais de beleza precisam, mais do que tudo, de concentração ao realizar seus trabalhos. Por isso, mais do que trabalhar dentro das exigências de tempo do cliente, trabalhe dentro das suas exigências de qualidade.

 

Cada profissional sabe quanto tempo leva para realizar um corte, uma aparação, ou qualquer outro tipo de serviço mais complexo. Aliás, é dentro dessas complexidades que os profissionais devem estabelecer o que devem e o que podem atender dentro do tempo pedido pelos clientes.

 

Por mais que o mundo peça por um tempo virtualmente impossível de atender, você deve oferecer profissionalismo acima de tudo. Se não for possível atender mais rápido, não o faça. Com o tempo, você conhecerá os clientes que partilham dessa visão de mundo.

Conheça seus clientes

 

Por falar neles, o conflito entre velocidade X qualidade termina nas necessidades de cada cliente. Apesar de existirem os “apressados e inquietos”, também existem aqueles que apreciam o tempo que estão no salão. Que valorizam a própria beleza, e que sabem das necessidades de algo mais preciso.

 

Existem muitos tipos de clientes, nos quais os profissionais dentro do salão devem saber como lidar. É justamente por saber dessas particularidades que você pode transformar o tempo em uma ferramenta a seu favor.

 

Com o seu ritmo bem dominado, entender as particularidades de cada cliente faz com que o giro do seu salão aumente. Afinal de contas, você administra o horário de maneiras mais particulares, o que garante aos clientes confiança de que não levarão mais do que o necessário no salão.

O segredo entre a velocidade e a qualidade é o equilíbrio!

TAGS: atendimento ao publico | giro diário | procedimentos | qualidade de serviço | salão de beleza | tempo |

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como posso ajudá-lo?