Precificação em salão de beleza: como definir?

Confira algumas dicas especiais para precificação em salão de beleza com a Graces!

Precificação em salão de beleza… Assim como qualquer outra profissão, determinar preços nos serviços é um tópico que não chega a ser polêmico, mas que volta e meia caem na questão essencial: o preço é justo? Está condizente com a realidade do salão e dos serviços prestados?

Nessas horas, a questão torna-se um pouco mais complexa. Por um lado, você quer lucro para o salão, ao mesmo tempo que os serviços paguem as despesas do local. Por outro, os clientes querem pagar pouco, buscam descontos, garantias. E em um terceiro lado, os profissionais também desejam receber de acordo com aquilo que sabem fazer na prática, que estudaram, e daí por diante.

Então, como chegar na precificação em salão de beleza correta, justa? Vamos pensar em algumas possibilidades.

Saiba os valores reais para a precificação em salão de beleza

Tal como todo produto e serviço, a melhor forma de precificação é realmente saber todos os custos necessários para que essas tarefas sejam realizadas de forma eficiente, e entre eles também está a margem de lucro.

Vamos a um passo a passo.

1 – Quanto custa para manter o salão de beleza aberto?

Mais do que a localização e contas básicas a pagar (água, luz e internet), existem uma série de outros custos que são necessários para manter o salão de beleza funcionando adequadamente.

Produtos e equipamentos utilizados no local de trabalho, impostos cobrados mensal e anualmente, e recursos pagos a profissionais dentro do regime CLT são outros pontos que devem ser levados em conta ao manter um salão de beleza funcionando. Sobre a parte específica dos funcionários, explicamos melhor adiante.

2 – Quanto custa para um profissional fazer os serviços no salão?

Os profissionais são fontes de despesas e lucros no salão. Por isso, tão importante quanto escolher bem a sua equipe, é saber o quanto ele custa dentro da empresa. Mais do que o salário, existem obrigações que todo dono de salão precisa atender, como pagar INSS, as coberturas garantidas na carteira, e os oferecidos pelo próprio salão, como plano de saúde, por exemplo.

É fundamental que você tenha todos esses valores em mãos, pois tanto quanto ter profissionais responsáveis pelo salão de beleza que atendam a sua necessidade, é você ter despesas que justifiquem sua presença.


3 – Quais são os valores aplicados pelo concorrente?

Um bom jeito de começar a precificação em salão de beleza é analisar os valores trabalhados pelo concorrente na região. A dica é olhar tanto os valores aplicados pelos grandes salões, daqueles que são referência na cidade inteira, como os salões de bairro.

Pense que sua concorrência é tanto um como outro, em quantidade de serviços oferecidos, bem como a qualidade deles. Então chegar a um valor competitivo aos salões de bairro, mas com o diferencial dos grandes centros, é o equilíbrio perfeito.

4 – Quanto você quer lucrar?

Parece que, ao definir todos os gastos, parece não haver lucro, não é verdade? É aí que se engana: o que falamos lá no começo do passo a passo, pensando em quanto você precisa gastar para manter o salão aberto e estabelecer os preços, é também considerar os lucros. Afinal, a ideia é crescer ou menos manter tudo em dia, certo?

Para facilitar o cálculo, pense na sua margem de lucro de 1 a 3% em cima de cada serviço oferecido no salão. Dessa maneira, você sabe o quanto entra em valores para ser reinvestidos no futuro, e quanto tempo pode levar a fazê-lo.

Os valores praticados pela concorrência podem ser uma ótima referência para saber quanto eles lucram, somado a outros fatores, como os produtos e equipamentos, exemplificados acima. A pesquisa prévia nesses casos é fundamental.

Finalizando

Tudo certo! Agora que a precificação no salão de beleza está bem resolvida, é colocar o negócio para funcionar. Preços não perduram para sempre: da situação financeira do país, até as mudanças no seu segmento, os valores devem se ajustar para que você se mantenha ativo e com um bom rendimento.

Quer mais dicas como essa? Então confira outros materiais especializados que oferecemos a você! E para gerenciar tudo por completo, não deixe de conferir nossa ferramenta de gestão. Até a próxima!

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.