O que você precisa saber para abrir uma clínica de podologia?

podologia
Ingressar no setor de saúde e bem-estar, especificamente na área de podologia, pode ser promissor, mas requer amplo conhecimento e preparação. Escolher uma localização estratégica, adquirir equipamentos de alta qualidade, contratar profissionais capacitados e obter as licenças necessárias são apenas algumas das considerações fundamentais ao abrir uma clínica de podologia. O sucesso do seu negócio dependerá muito, não apenas da sua habilidade como profissional de podologia, mas também da sua capacidade de administrar uma empresa. Neste artigo, vamos abordar o que você precisa saber e considerar ao planejar a abertura da sua clínica de podologia, desde o cumprimento das regulamentações de saúde e segurança até a gestão da clínica.  Dentro do ramo de beleza, os serviços de podologia têm conquistado mais espaço e têm se tornado essenciais para clientes que descobrem o bem estar que essa atividade pode proporcionar ao físico e ao emocional.

Como surgiu a podologia e sua importância

Basta observar a função dos pés para entender a complexidade que envolve a ação de um simples caminhar. Sua estrutura física é interessantíssima: são 26 ossos, 33 articulações, 107 ligamentos e 19 músculos que andam, saltam e correm carregando toda a massa do corpo humano. No entanto, com tanto trabalho, é comum que ocorram calos, unhas encravadas, fissuras, bolhas, micoses e infecções, a maior parte causadas por calçados inadequados e até por má postura corporal. A atividade do podologista tem relatos históricos da época dos faraós egípcios, que já estudavam formas de cuidar de calosidades. A origem da palavra podologia vem de “podo” significando pé e “logo” como tratado, definindo a sua derivação como um estudo do tratamento dos pés. Nas últimas décadas a ciência dos pés vem evoluindo muito e com isso ampliando os serviços atrelados aos pés. Novas tecnologias e métodos de diagnóstico permitiram uma ampliação nos tipos de tratamentos voltados para os pés, tornando os profissionais ligados a área em profissionais altamente especializados. As clínicas de podologia realizam a investigação, prevenção, diagnóstico e tratamento da saúde dos pés. Oferecendo serviços terapêuticos e posturais, como correção da pisada, relaxamento com massagens e estéticos que vão além dos trabalhos de pedicure, como hidratação dos pés, assepsia, trato das unhas e esterilização.

Como montar uma clínica de podologia

Para atuar na área de podologia, é necessário ter formação técnica reconhecida pelo Ministério da Educação. Mas, o gestor do negócio, pode não ter formação e ainda assim exercer o cargo de gestão por ter conhecimentos administrativos. Ou seja, ele não precisa ser especializado no assunto, mas é fundamental que haja um profissional experiente e que possa se responsabilizar pelos trabalhos realizados na clínica. A estrutura, a quantidade de profissionais e até o marketing realizado, pode ser formatado a partir da concepção do foco do negócio. O ideal é que sejam definidos previamente o público-alvo, inclusive localização, classe social, faixa etária e gênero, assim como definir muito bem os tipos de serviços que serão oferecidos. As pesquisas no mercado darão suporte ao empreendedor para compreender a viabilidade do negócio, inclusive os locais mais propícios para se estabelecer, como se comporta o público alvo e o tipo de concorrência. A recomendação é que a clínica seja instalada próximo a locais movimentados, como centros urbanos, shoppings e comércio de rua. Também indicamos que seja próximo a outros comércios ligados à estética ou a grandes centros empresariais para captar o cliente que deseja o serviço imediato e prático. Quem tem pouco dinheiro para investir pode começar com pequenas instalações como uma sala para atender os clientes, uma recepção e um banheiro. Tudo para começar, focando na expansão.

Conclusão

Em conclusão, abrir uma clínica de podologia requer não apenas conhecimento técnico na área, mas também uma forte compreensão da gestão de negócios. Este post mostrou a importância de possuir um profissional experiente, de definir adequadamente seu público alvo e os tipos de serviços oferecidos, tudo isto moldado pela visão do negócio. Entretanto, não subestime o poder de uma plataforma de gestão ao embarcar nesta jornada. Conhecimento e ferramentas adequadas podem fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso. Portanto, convido você a explorar e se familiarizar com esses recursos que podem ajudá-lo a gerir sua clínica de podologia de forma eficaz. Lembre-se, o crescimento no ramo de podologia pode ser gratificante tanto profissionalmente quanto pessoalmente. É uma questão de se preparar para o desafio.

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.