Como fazer com que os profissionais me obedeçam?

Como fazer com que os profissionais me obedeçam

Inúmeras são as vezes que gestores do nosso mercado me procuram com essa pergunta, pedindo uma solução mágica para fazer com que seus profissionais, sua equipe, o obedeçam.

 

Talvez você não goste da primeira notícia que vou te dar…

 

Eles não vão te obedecer!

 

Profissional do mercado da beleza, em sua grande maioria é contratado segundo o que rege a Lei 13.352/2016, a Lei do Salão Parceiro. Isso significa que você tem em sua equipe um parceiro e não um funcionário.

 

Você sabia que uma das condições determinadas nessa Lei é que não haja o vínculo empregatício?

 

Aliás, é o que os gestores mais buscam é a não existência desse vínculo que traz com ele uma série de custos financeiros altíssimos em nosso país.

 

Logo, se não existe o vínculo empregatício, não existe a subordinação. Então, o profissional contratado dessa maneira realmente não tem que te obedecer!

 

Vamos entender melhor essa relação?

 

Um profissional contratado pela Lei do Salão Parceiro, é um profissional parceiro, ou seja, é uma pessoa jurídica que está atuando profissionalmente dentro da sua empresa. É uma empresa trabalhando dentro da outra.

 

E, a partir do momento em que uma empresa está dentro da outra, deve obedecer às regras da outra.

 

Por exemplo: Nas grandes empresas é muito comum a contratação de serviços terceirizados. Ou seja, uma empresa de engenharia e construção civil – por exemplo – presta serviços nessa área. Ela pode contratar profissionais terceirizados para fazer a limpeza após uma obra.

 

Em seu contrato social, ela tem como objeto a elaboração do projeto e construção de uma obra. Um serviço que ela fará e não está ligado diretamente ao objeto de contrato é a limpeza após a obra, então ela terceiriza esse serviço.

 

Nessa terceirização, os profissionais de uma empresa estarão trabalhando dentro de outra empresa. Eles farão o que quiserem?

 

É claro que não! Eles irão obedecer às regras da empresa de engenharia e construção civil dentro da qual estão atuando.

 

Assim, uma empresa A que prestará serviços dentro de uma empresa B irá obedecer às regras e diretrizes da empresa B.

 

Assim também é o profissional parceiro. Preste bem atenção – eu não estou aqui comparando ou configurando a atuação dos profissionais como terceirizados – esse tipo de atuação não existe em nosso mercado.

 

Estou apenas apresentando a você a ideia de que o profissional parceiro é a empresa A que está prestando serviços dentro da empresa B. Então, ele deve obedecer às regras da empresa B.

 

Toda empresa precisa ter para isso um Manual de Conduta, um Manual de Rotinas e Procedimentos, um documento que diga quais são as regras.

 

Você pode por exemplo, determinar que dentro da sua empresa não quer que ninguém dance, fale palavrão, fume, coma na recepção ou beba alguma bebida alcóolica.

 

Digamos que isso é importante para você e que você não quer esse tipo de comportamento dentro de sua empresa. Não adianta apenas você querer. Você precisa dizer, você precisa comunicar a todos que não vai aceitar esses comportamentos. E todo comportamento gera uma consequência.

O que eu quero te mostrar com isso é que você – gestor – é quem determina essas regras. Profissional parceiro não vai te obedecer, não é subordinado a você.

 

Porém, para o bom funcionamento da empresa, para que exista um alto nível de qualidade, para que todos “falem a mesma língua”, para que sua equipe trabalhe de forma harmoniosa e todos alcancem seus objetivos, precisam existir algumas regras de convivência.

 

E essas regras são definidas por você, gestor!

 

Você já viu uma indústria? Para que todos os produtos que são produzidos por ela tenham o mesmo tamanho, o mesmo peso, a mesma aparência e a mesma qualidade, ela tem muito claro quais são os processos de fabricação daquele produto.

 

E cada pessoa envolvida na fabricação, conhece esses processos. Todos fazem as mesmas atividades da mesma maneira. Isso garante a qualidade final.

 

Assim também deve ser na prestação de serviços. Para que todos os profissionais atendam no mesmo nível de qualidade, todos devem atuar da mesma maneira.

 

E você só consegue esse nível de padronização quando implanta um Manual de Rotinas e Procedimentos.

 

Se você realmente quer aumentar o nível de qualidade dos serviços prestados dentro de sua empresa, precisa definir quais são os processos e como eles devem ser executados. E mais do que isso, comunicar e treinar sua equipe.

 

No mercado da beleza, a ANVISA nos orienta que toda empresa precisa elaborar o seu Manual de Rotinas e Procedimentos. Nesse documento devem estar descritas todas as atividades da empresa, como elas devem ser realizadas.

 

Nesse documento também você irá definir quais são as regras da sua empresa. Lembra da história de dançar, falar palavrão, fumar, comer e beber que falamos lá atrás? Então, esse é o momento em que você vai definir isso.

 

Tão importante quanto elaborar um Manual que traga os processos e as regras, é comunicar e implementar isso em sua equipe. Todos precisam conhecer esse documento, ler, entender e principalmente, serem treinados para seguir cada instrução.

 

Nos próximos dias 10 e 17 de novembro eu darei um curso onde ensino o passo a passo para que você possa elaborar o seu Manual de Rotinas e Procedimentos.

 

Planejei esse curso em duas aulas, dois momentos diferentes, exatamente para que você possa fazer o seu. Você terá um modelo e todas as orientações de como escrever, comunicar e implementar o seu Manual de Rotinas e Procedimentos.

 

Nossos encontros serão online, sempre às 19h07. Alguns dias antes você já terá acesso à um primeiro material de orientação de quais são as informações que vai precisar para iniciar a elaboração.

 

As aulas ficarão gravadas e você terá acesso à gravação por dois meses para que possa assistir de novo sempre que achar necessário.

 

Quer mesmo uma equipe que vista a camisa de sua empresa?

 

Você quer também construir e desenvolver uma equipe MEP – Motivada, Engajada e Produtiva?

 

Então, vem comigo que vou te ajudar! Mande uma mensagem pelo Instagram @giovanaquini.oficial que te envio as instruções.

 

Profa. Ms. Giovana Quini
Mentora, Coach e Palestrante
Especialista em Gestão de Pessoas
Apaixonada pelo mundo da beleza

www.giovanaquini.com.br

Preço Justo

Nos acompanhe

Quer receber mais novidades ?

Preencha os campos abaixo e receba tudo em primeira mão.